30 junho 2011

30 dias

30 cães e mães me corroeram
o esôfago: cartilagem acetinada que carrego dentro

são latidos e gemidos : meu filho meu dono meu tudo nao escape
não se perfume tanto no abandono

30 dias em que palavras foram doces amestrados
ametistas corroíras presas no jardim

30 estrangeiros estirparam meus ouvidos
e a falência de meus órgãos

sou um menino descampado
um príncipe pequeno
retificado na educação

e nos olhos ingênuos

7 comentários:

Elimacuxi disse...

Rubens!
ah, não, agora foi muito sério, tenho que falar: Você me intriga.
Teus versos com vísceras e números
como é que eu posso gostar disso?
Fico hipnotizada, e não sei explicar a causa...
Eu chamo paixão de "estupidez emocionada" e é assim que me sinto quando leio o que escreves. Fico em silêncio, os ouvidos moucos, os sentidos todos loucos, pensamentos poucos e sem sentido.
Quer saber, poeta? Sou tua fã, porque gosto do que tuas palavras provocam em mim.
Bj!

Darla Medeiros disse...

é... A inocência não suporta toda a verdade, meu caro... Ninguém suporta toda a verdade sobre coisa alguma... Nem o próprio reflexo no espelho gera uma não falência nas representações da verdade... Verdade distorcida é uma verdade parecida com o sonho que se quer realizar...parabéns pelo trabalho... convido-o também a visitar-me
http://noitesdeoutrosdias1.blogspot.com/

Nathy Costa disse...

http://paraneura.blogspot.com/ meu blog, amei o seu leia e veja se gosta! abraços!

pedro disse...

oi, Rubens;
grato pelo seu comentário lá naquele poema, porém desconfio do motivo pelo qual te agradou... há de ser pelo que Hilda Hulst provoca em vc... depois de escrito e publicado me dei conta de quanto dela havia ali: pelo feminino desesperado, por deus, e até, caso constrangedor, pelos artelhos divinos... enfim, é um bom poema, tbm acho, mas quase desconfio que não seja meu.
Ainda assim, grato pela visita... apareça

felipedamo disse...

cada vez melhor, hein?

mardson machado disse...

Alô, Rubens. O contrA-Afronta agora também está no twiter.
Se quiser acompanhar as besteiras que eu falo, basta me adicionar.
@mardsonmaxado
Abraço.

Dani da Gama disse...

Professor, estou há algum tempo sem internet e sem entrar em seu blog fabuloso.
Hoje dei um jeito ...
E volto a dizer.. Absoluto, e absurdamente inspirador e provacador!
Amo suas linhas
Abraços!