14 agosto 2009

Tragédias breves e anônimas III

Pela fresta da porta: a nudez.
- Pai gosta tanto de mim, né mãe?

4 comentários:

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Curto e grosso.

Abraço.

Território Nenhum disse...

familiar...

tão familiar que assusta

abraço

Záia

Í.ta** disse...

tô com o cc:
curto e grosso!

estupendo!

escrevi sobre os livros do enzo lá no blog. te citei, pela mediação. rs...

grande abraço!

jorge vicente disse...

forte e intenso, meu amigo

grande abraço
jorge vicente