15 junho 2007

Palavras emprestadas 8 - Octavio Paz

Paragens abrasadas
do amarelo ao carmim
a terra é linguagem calcinada.
Há puas invisíveis, há espinhos
nos olhos.
Num muro cor de rosa
três abutres saciados.
Não tem corpo nem cara nem alma,
está em toda a parte,
a todos nos esmaga:
é injusto o sol.


Octavio Paz in: Transblanco.
Tradução de Haroldo de Campos

Encontrei este livro na feira do livro da bucólica Timbó - SC. Era começo de tarde, o sol existia e minha sorte também: paguei R$ 5,00 por um livro que há muito buscava.



3 comentários:

Juciano Lacerda disse...

Sarau Palavras Acústicas 4.0
O Grupo de Poetas Zaragata vai participar do Sarau Palavras Acústicas do sábado 7 de julho. No Sarau, teremos também a participação musical de Béko Santanegra, com seu estilo inconfundível de interpretação da música popular brasileira.

O Palavras Acústicas fará pela primeira vez o lançamento de livros. O destaque é para Cordames & Cordalhas, do Zaragata, poetas do grupo, como Rubens da Cunha, também terão seus livros disponíveis para a apreciação e deleite dos participantes do Sarau.

Também teremos novas expressões da poesia e da prosa joinvilense! E você também pode participar, interpretando seus textos ou seus autores preferidos! Venha celebrar conosco a alegria e o ritmo das palavras.

Data: Sábado, 7 de julho.
Horário: das 19h às 21h.
Local: Visconde Café, Rua Visconde de Taunay, 1223. Reservas com Carol Liza, gerente de eventos: 91445323.

Divulgue este evento com seus amigos! Vamos espalhar o vírus da cultura!

maria disse...

fico quieta, sempre que aqui venho

Telma Scherer disse...

belo achado, meu caro! acho que um certo poeta nascido na Timbó deve ter baixado por ali para te abençoar... lindolfou a tua tarde, não? bjs