01 julho 2010

dentro do joelho
no entre as virilhas

na cova umbigo
talvez na quinta vértebra

entre um e outro ouvido
no prepúcio

calcanhar
dedos da mão
pelos da cara

no curvo coração
ou no reto

no diafragma
ou na testa

sob a pápebra
atrás da retina

vasculhe, vasculhe
esvazie as veias se preciso

limpe o intestino
os rins
o fígado
a glote

vigie o tutano
os nervos

vasculhe, levante
sacuda, abra

pulmão
testículos
próstata
sola do pé

não desista
insista, vasculhe
perscrute
que é palavra melhor

que está em algum lugar
não cague
não cuspa
não vomite
não retire
ceras
ramelas
os sem nome do nariz e dos baixos

deixe tudo dentro
até encontrá-lo

quando acontecer
extirpe
rasure

e o abandone ao próximo corpo

10 comentários:

Í.ta** disse...

uma construção tua em bastantes versos, curtos e que se estendem para baixo.

gostei muito!

abração.

Carlos Alberto disse...

Criando um poema corpo.

Augusto Dias disse...

UAU!!! Eu adorei isso!
O poema que prende o leitor, você não dá atenção a nada até que termine de ler, parabéns, ótimo!
Tudo de bom!!!

Maeles Geisler disse...

cavando seu verso
o barro em céus.

Bjs

Maeles

Eduardo Silveira disse...

muito bom!
mas meu recado é mais pra falar de um post antigo, que caí sem-esperar, pesquisando uma coisa no google.
Lá de 2006:

"Quando eu acordar e me perceber pedra atirada em pássaros, aceitarei, acertarei meu destino?"

bah, amei isso aí!
abraço

Carlos Alberto disse...

Caro Rubens,eu que agradeço a visita.
Conheçe a literatura de V. S. Naipaul? Passe em meu blog paraver algo.

Thiago Dominoni disse...

Exauri a intensidade do poema e em segundos que li investiguei anos de mim.

Saudações.

Thiago Dominoni

Elimacuxi disse...

Teu poema me leva à doce e estúpida contemplação dos grandes e pequenos vestígios daquilo que nos irmana
essa palavra sem rima:
carne
crua e exposta
tanto em blogs como em bancas de feira
ao menos aqui, ela bem cheira.

um abraço de carne e osso virtual

Maikon K disse...

Olá,

informo que estou no http://amor-armado.blogspot.com/

nada mais de vivonacidade.blogspot.com

abraço,
maikon k

deivid junio disse...

viXeral.