04 dezembro 2009

Uma vida em 13 degraus - Sexto Degrau

Verônica. Puta de esquina. Riu quando viu, só isso? ainda tenho esse risopergunta na cabeça: só isso? sempre tive só isso. Disse que tudo bem, meteu a boca e me fez gozar. Se tivesse um sangue e uns gritos de porca iria ser melhor. Depois enxugou minha testa, gosto de você, é meio louco, mas boa gente. Fiquei com ela quinze estações. Pena que não resistiu ao corte. O sangue humano é mais carinhoso que o suíno, assim como a ferida no peito de Verônica era bem mais apertadinha que sua ferida natural. Finalmente eu tinha achado uma forma de fazer com que Ele parecesse grande.

4 comentários:

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Como acabará isso?

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Território Nenhum disse...

Que bacana! Adorei
espero pelo sétimo.
abraço
Záia

fernanda disse...

tão difíceis esses.

estou gostando muito.