06 fevereiro 2009

Evaldo, o orgulhoso

Pra você é de grátis, ela disse. Não comi, sou homem de orgulho. Não vou dar moral pra puta que rejeita meus dez reais.

4 comentários:

Hélio Jorge Cordeiro disse...

Hahaha! Muito bom! Eu não escreveria melhor bem-humorado continho que nem esse teu, Rubens! Hahaha, muito legal mesmo!

Camila Pimenta disse...

nossa... olrgulhoso mesmo... ele podia depois da fodinha pegar o dez reais e pagar uma cerva pra moça... ai ai ai... orgulhoso e sem cristividade... até um dogão rolova... depois do sexo sempre dá uma fome...

haahhhhaaha

adorei Poeta... o que anda te inspirando tanto...

hehhhehehehee

bjos

Dario Duarte disse...

AH! Maravilhoso!!

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Excelente!


Abraço.