03 janeiro 2007

Doméstico Um

o vaso sobre a mesa balança
ao vento do acaso

escamoteia esperanças
opera milagres

espera a queda
num equilibrío de rosas e lírios

o vaso agüenta o olhar
que olhar nenhum aguenta
® Rubens da Cunha

4 comentários:

Vanessa Bencz disse...

Muito bonito! parece "o ovo e a galinha",[acho que é esse o nome], da Clarice lispector. tu deve conhecer melhor que eu [=

Luzzsh disse...

Oi Rubens,

Achei belíssimo, de uma mescla de simplicidade e intensidade ímpar... bem ao seu estilo...

Beijos...

disse...

Vaso ruim não quebra .. olho gordo não cai ... ah se o vento levasse .. milagres e esperanças pra dentro do olhar!

Mikas disse...

Desejos de óptima semana