13 julho 2017

Tarde

tarde:
tua geometria cava-me os flancos
e todas as dobradiças de meu corpo.

teu poente emoldurado reconta 
- recôncavo que é -
as tardinhas nos quintais da infância:

quando as águas não eram Paraguaçu, mas Piraí.
quando o Sul era o mundo e este mundo aqui 

nem sonho era.

Nenhum comentário: