06 janeiro 2009

Continho aquoso


a palavra afunda. afogo junto. juntam-se curiosos: "ele vai voltar, é só depois da terceira afundada que não se volta mais". a palavra geme: "eu sabia, mentiroso!". retiram-me da água. estranham os lábios mordidos por fora. "isso não é coisa de peixe, isso é coisa do diabo". jogam-me na água novemente. a palavra dilata. me dilata a cabeça, o estômago e se me explode: "vida de isca é isso, poeta!"

Ilustração: Hieronymus Bosch

12 comentários:

enzo potter disse...

linda a atmosfera do texto... tátil.
não gostei do final hehehehe
abraçon!

(nós estamos de olho.. no big blog brazil!)

Yara Beatrice Jasmin Nin Poulain Black Mamba disse...

tua palavra úmida e dilatada
ata

Ricardo Valente disse...

Pode soar estranho - não sou nenhum crítico literário, mas você tem a veia da coisa. Grande. Poucos tem essa visão (sei que sabes) e o legal de tudo é partilhar. Generosidade, que muitos não vêem, então, meu amigo virtual, desejo, que continues parindo e com muita dor. Uma hora a vertente vem a nós e vivemos melhor.

Obrigado pelo Dardos, assim como ao Luiz Carlos e ao Victor Mateus, de Portugal, significa muito para mim, mas repassar e c a 4, não faz meu estilo, por eqto. (não digo jamais).

Forte abraço para vc e saiba, que qto. ao Vertebrais estou lendo e só tem um senão. Palavras conjugadas em uma só, se repetem Acho bom, mas demais... (encara como construção, viu?)

Miguel Barroso disse...

ou .... vida de poeta é isso...



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

Adriano Queiroz disse...

Onírico.
Meio surrealista.

Abraços.

douglas D. disse...

é mergulho
é retorno
é sem fim
é não caber
em si

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Excelente!

Grande abraço,

*CC*

Vâmvú disse...

Muito bom... como sempre... Vou concordar em partes com o Enzo, gosto muito da atmosfera... mas adoro o final. rs
Adoro as metáforas do texto. Estava com saudades de teus escritos.
Abração

isabel mendes ferreira disse...

como sempre.....talento à solta...mas que assim....curto....mas muito bom!!!!!!

Vanildo Danielski disse...

Curto e marcante. Lacônica, lírica eloqüencia intumescida. Belíssimo...

S´[o agora estou voltando a escrever. Felizmente acabou a lida do vestibular. Agora, mmãos e dedos dedicados à literatura...

Abraços
V.

LuzdeLua disse...

Vida...
Que afoga
Que vive
E que passa
Enquanto vida

Linda postagem
Deixo-te um abraço com carinho e bons desejos para a semana
Bjs

Í.ta** disse...

maravilhoso!

a palavra dói, sim.

abraço.